PROPRIEDADES

A fosfoetanolamina, como nutriente, é o mais importante aminoácido fosfórico presente na composição do leite materno, consumido por bebês em fase de amamentação e responsável pela formação da defesa imunológica.

Ao longo de 50 anos nos quais a fosfoetanolamina é utilizada em diversos países, sem a apresentação de reações adversas e comprovada atoxicidade, foi verificada atividade antitumoral (antiproliferativa) e acentuado estímulo à apoptose1. A fosfoetanolamina está intimamente relacionada com os mecanismos de regulação do potencial de membrana mitocondrial.

Pesquisas demonstram que doenças como alzheimer, isquemia, epilepsia e câncer têm relação com concentrações menores de fosfoetanolamina orgânica nos pacientes.

1 - Em geral, a morte celular em animais ocorre por apoptose (sua origem é o Grego apoptosis, de apo - “de, desde” - e ptosis - “queda” -, numa referência à queda das folhas das árvores), sendo um dentre vários mecanismos de controle celular. Após modificações morfológicas características – como condensação e encolhimento, colapso do citoesqueleto, dissolução do envelope nuclear e fragmentação da cromatina – , células morrem por apoptose. Como a superfície da célula ou de seus pedaços – corpos apoptóticos – são alterados, os macrófagos rapidamente os fagocitam (engolem).

Outro exemplo importante de proteção por apoptose consiste na eliminação de células com danos ao DNA que, por algum motivo (seja pelo número excessivo de danos ao DNA, por defeitos nos sistema de reparo ou por outras razões), não foram reparadas e que apresentam o potencial risco de se tornarem células cancerosas


Desenvolvido por Palmieri Tecnologia